Quarta-feira, 25 de Novembro de 2009
presente para meu marido

ola, tenho 25 anos, meu nome é ana (ficticio) e o que vou relatar é a melhor coisa que ja passei na minha vida ao lado do homem que eu amo!!

somos casados a 4 anos e ele tem 29 anos, somo jovens e bonitos.bom vamos ao conto erotico

nao sei porque mas sempre que transamos teno vontade de ser a ativa no assunto e isso comecou a mexer com meu tesao decerta forma a que um dia eu comecei a querer ser o macho da relaçao.

mas para isso eu precisava que meu marido aceitasse minhas invertidas que começcaram com linguas na regiao do anus, dedinhos, dedoes e por fim consolos que ele gozava feito alucinado!

dia apos dia minha vontade de pussui-lo aumentava ainda mais e comecou a ficar frequente irmos para cama, e eu que o comia, ate que ele e eu gozassemos muito, começamos a brincar com jogos inversos onde ele tomava banho e assava oleo e eu é que o prcurava, ja com o consolo colocado e cutucando meu gatinho de lado. eram transas alucinantes!!!

porem aquilo comecou a perder a graca pois nunca achava um consolo que traduzisse a realidade da transa e comecei a falar sobre alguem com a gente. no incio ele nao aceitou a ideia, mas como todo passivo na relacao, comecou a gostar e pedir,....

uma noite resolvi presentear meu marido: marcamos um jantar e depois que saimos, assumi a direçao e com uma venda nos olhos dele, o levei a um motel. la ja tinha marcado com flavio, um garoto da academia que era de programa, porem meu amigo e que nao tinha relaçao nenhuma comigo nem com meu marido. o cara era lindo, forte, tatuado, cheio de musculos e o que eu e meu marido mais queriamos, bem dotado.

chegamos ao motel, sempre com a venda nos olhos e o coloquei de bruco na cama, fazendo com que aquela bunda linda ficasse virada pra cima. tirei minha roupa e comecei a me esfregar em cima dele.....ja com o consolo comigo,passei a cutuca-lo e deixa-lo com a bundinha arrebitada....eu encostava a cabeça e tirava, encostava e tirava e sentia meu marido gemer e pedir para enfiar nele gostoso.
sai de cima, puxei ele de quatro para que nao sentiss o peso e devagar coloquei o consolo no cu apertadinho dele. deise que ele rebolasse bem gostoso e depois de algumas estocadas tirei, fazendo ele pedir ainda mais.
mas esta era a hora do presente: ja proximo de mim e com o pau muito duro flavio se aproximou em silencio e comecou a cutucar o pau grosso no cu de meu marido, aquela cena me deixou maluca!! deixei que ele estocasse com carinho e quando ele estava com o pau todo enterrado, fui ao lado da orelha dele e falei bixinho: esse é seu presente meu amor, aproveita que eu quero ver!!!

ele ficou maluco, a principio quis sair dali, mas o flavio puxou pelas ancas e começou a estocar ainda mais forte fazendo com que ele nao quisesse mais parar!!

fiquei ao lado, sentindo a respiraçao ofegante do meu marido pedindo que batesse uma punheta para que ele gozasse, mas é claro nao deixei....a noite seria longa....e muito proveitosa!!!

flavio pediu que me aporximasse e comecou a passar a mao em mim,como nao sou de ferro e queria sentir aquele pau enorme tambem em mim, pedi que meu marido ficasse por baixo e eu por cima, fazendo um gostoso 69 com meu amigo flavio socando por tras de mim. suas estocadas ora entravam em mim, ora na boca do meu marido que sentia aquele pau grosso com meu gosto melado.

ficamos por horas assim ate que meu marido implorou para gozar e foi o "gran finale" pedi que cavalgasse gostoso o flavio e gozasse na minha boca.



publicado por relatossecretos às 18:50
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Terça-feira, 24 de Novembro de 2009
um presente inesquecível

manhã do dia 10 de junho, meu aniversário...
acordei com a sensação que algo de especial e inesquecível iria acontecer... e realmente aconteceu...
naquele dia, meu marido preparou uma festinha para comemorar meu aniversário, convidou alguns amigos em comum e juntos fizemos todos os preparativos.já a noite, me preparei toda, pensando no depois da festinha, depilei muito bem minha bucetinha, passei um oleozinho perfumado e mentolado, já imaginando as chupadas que meu diguiníssimo gostava de dar... coloquei uma calcinha minúscula, salto alto e um vestido curtíssimo, toda de vermelho que era pra entrar muito bem na casa da " idade da loba "... bom a festa correu as mil maravilhas e apesar de beber além da conta, só tinha em mente, o depois da festa, só não passava pela minha cabeça o que sucedeu...
quase todos os convidados já tinha ido embora, restando apenas dois amigos do meu marido, então apagamos as luzes deixando apenas uma penumbra, ficamos conversando e papo vai, papo vem... meu marido começou a me beijar dizendo ao meu ouvido que era hora de me dar meu presente, fiquei euforica para ver o que era, mas para minha surpresa ele continou a me beijar, tirando suspiros de excitação e fazendo com que minha bucetinha começasse a contrair pedindo para ser bulinada... devido ao alcool, não sei, perdi a noção e também comecei a acaricia-lo sem me importar com a presença de seus amigos, então ele num jesto me abraçou pelas costas e pudi sentir o volume que se fazia presente sob sua calça, suspirei fundo e virei o rosto para beijar a sua boca, quando senti uma respiração ofegante entre as minhas pernas, quis reagir, mas ele segurou meu rosto, beijando-me com força e excitação, tanta excitação, que dava até para sentir no ar o cheiro doce de tesão; então abri bem as pernas e me deleitei com aquela língua quente que envadia minha bucetinha mun delirante vai e vem acompanhado de dois dedos fortes e firmes que entravam e saiam da minha buceta, penetrando fundo, tirando jatos de mel, me fazendo contorcer de prazer e arreganhar cada vez mais as pernas deixando a mostra meu grelinho durinho ao mesmo tempo que sentia outra boca chupar sem cerimonia meus mamilos enterrando a cara nos meus peitos, já totalmente a mostra. após um certo tempo de tanta suruba, minha calcinha e meu vestido foram arrancados de uma só vez por três mãos, nua em pêlo e excitadíssima fui conduzida ao segundo andar, onde temos uma suíte, lá fui deitada na cama, não sei precisar por quem, só sei que enquanto me deitava, fui acariciada, beijada e masturbada, e o não saber por quem enfiava os dedos na minha bucetinha ou o caralho de quem eu estava chupando me deixava ainda mais excitada e num breve momento de lucidez, percebi que estava sendo amarrada à cama, pensei em fugir mas tamanha era a excitação que fiquei e nunca gozei tanto como naquela noite...fui currada pelos três, estrupada de todas as maneiras, gozaram no meu cu enquanto um chupava meu grelo e outro enfiava o pau na minha boca, agarrado aos meus cabelos me obrigando a chupá-lo, esfolaram a minha bucetinha forçando dois caralhos a entrarem nela ao mesmo tempo, enquanto um metia lhe os dedos para abri-la mais e na minha garganta ao mesmo tempo em que um fodia minha buceta e outra meu cu... até hoje não sei qual dos três foram responsáveis por qual ação... mas uma coisa posso afirmar, não há presente que supere aquele, e sem dúvida foi o melhor presente que ganhei em toda a minha vida!!!
hoje, de vez em quando, repetimos a dose, mas apesar de ser bom, nunca será igual, pois a surpresa fez a diferença!!!



publicado por relatossecretos às 15:26
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Quinta-feira, 19 de Novembro de 2009
o melhor amigo do meu marido.....

olá, o meu nome é marisa, sou portuguesa, vivo no porto e sou casada, venho contar uma das experiencias mais excitantes por que passei em toda minha vida. espero que gostem...
o meu marido chegou a casa todo feliz, contou-me que se encontrou com o melhor amigo dele, eles trabalham na mesma empresa mas ele ja não via ha uns quatro ou cinco anos pois tinha ido trabalhar para o escritorio de lisboa. o meu marido contou que ele veio ao porto e que voltava dentro de dois dias pois vinha fazer um estagio de formação de uma semana na empresa aqui no porto, o meu marido ofereceu-se para ele ficar em nossa casa, a principio nao gostei muito da ideia mas nao quis estragar a felicidade dele.
preparei o quarto, o meu marido foi busca-lo e la chegaram carregados de malas, ele entrou em nossa casa e logo notei algo no seu olhar, forte, profundo, mas nao dei muita importancia. o meu marido saiu e notei perfeitamente que ele me olhava o corpo todo, a principio nao liguei mas depois comecei a achar piada aquele joguinho. à noite, no sofá a ver tv, ele comia-me com os olhos, eu tava a gostar de me sentir desejada por ele, mas era incapaz de trair o meu marido.
fui levada pelo joguinho e fingindo que nao percebia nada, ia-o provocando de diversas formas por pequenos sinais, fui para o sofá de camisa de noite e robe mas sentei-me de lado e propositadamente deixei que ele me visse as pernas ate as coxas, antes de ir dormir ele pediu-me uma toalha para o duche e eu disse que lhe ia levar ao quarto, quando lá fui, ia sem o robe, apenas de camisa de noite quase transparente e muito curta ,ele ficou nervoso, falava comigo e nao conseguia tirar os olhos do meu peito, eu tava a gostar de o pôr assim. fui-me deitar e fiz amor com o meu marido a pensar nele.
os dias foram passando, faltava apenas mais um dia para ele ir embora para lisboa, o meu marido chegou do emprego e disse que depois do jantar tinha que lá voltar pois tinha uma reuniao com um cliente importante, tudo normal, mas depois do jantar nós ficamos sozinhos, eu nunca pensei em avançar para ele mas queria continuar aquele jogo de sedução, pus uma cuequinha preta rendada, uma camisa de noite muito fina e sexy e fui para a sala ver tv. fomos conversando sobre muitas coisas ate que ele disse que a mulher dele adorava que ele lhe fizesse massagens nos pés, eu disse que adorava isso e que tava mesmo a precisar, ele, um bocado a medo, disse que se eu tivesse os pes cansados que nao se importava de dar uma massagem relaxante, aceitei logo.
deitei-me no sofa com os pes no colo dele e la comecaram as massagens, era maravilhoso, fiquei relaxada e fechei os olhos, eu sabia que ele queria olhar para o meu corpo e eu gostava da sensaçao, a mao dele ia ao meu tornozelo e começou lentamente a subir ate ao meu joelho, com o tempo a mao subiu timidamente o meu joelho, tocou a camisa de noite e massajou levemente as minhas coxas, era relaxante e excitante, nao queria avançar mas nao queria que ele parasse, continuava de olhos fechados, senti a mao dele na minha coxa a deslizar levemente para o interior da minha coxa, quase por instinto eu abri ligeiramente uma perna, a mao dele tocou na minha cuequinha e ate estremeci, ele foi massajando a minha coninha por cima da cuequinha, eu tava louca de excitação, ele ia me tocando e tava a adorar, a outra mao dele levou a camisa de noite para cima e tocou no meu seio, massajou levemente o biquinho excitado, eu tava toda excitada e ele sabia disso.
senti que ele se inclinou para mim, tive ate medo do que ele iria fazer mas nao tinha forças para resistir, senti-o a chegar para o lado a minha cuequinha e logo senti a sua lingua quente a tocar-me, fui loucura total, tava em delirio, abri as pernas e ele me chupava divinalmente, sem mais, me vim ali mesmo, dei uns gemidos fortes, estremeci o corpo todo, um orgasmo incrivel, nao abri os olhos, nao queria acordar do prazer, apenas queria que ele me xupasse novamente, senti-o a segurar as minhas pernas, depois parou, e assim de surpresa senti o seu pau a entrar em mim devagarinho, era tao grosso, me preenchia toda, ele começou a aumentar um pouco a velocidade, sentia aquele pau enorme e grosso dentro de mim e queria mais, agarrei-me ao pescoço dele e ele me começou a dar bem ate ao fundo, estocadas fortes, eu me lembro de gemer cada vez que ele me dava forte e logo senti algo a percorrer todo o meu corpo, gritei de prazer, um orgasmo louco, um prazer sem limites, inesquecivel, ele pos-se em pé a meu lado e segurou o pau para se vir no meu peito, eu nao deixei, sentei-me, segurei nele e meti-o na boca, ele segurou na minha cabeça, xupei-o tres ou quatro vezes e logo senti todo o seu leite quente a jorrar na minha boca, uma loucura.
desde esse dia que nunca mais nos vimos nem nos falamos....



publicado por relatossecretos às 13:10
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito

Quarta-feira, 18 de Novembro de 2009
Meu noivo lambendo a porra do amante

olá, queridos leitores, o meu relato é verídico aconteceu a pouco tempo no ia 03/11/2007, sou noiva a algum tempo, meu ome é roberta e meu noivo se chama thiago temos uma relação maravilhosa, mas a alguns meses reencontei um antigo namorado de infância,o carlos e apartir deste dia pra ca eu so pensava nele, pois quando eramos namoradinhos so transamos uma unica vez, detalhe ele ja está casado e tem filhos. começamos a nos comunicar pela internet, um certo dia sai mas cedo do serviço e estava no ponto de ônibus esperando para ir pra casa, derepente para um carro ao meu lado e era ele o carlos, perguntou se eu queria carona e disse q naum precisava, mas ele insistiu, perguntei o q fazia por aqueles lados disse q foi na casa de um amigo, sei esse amigo e armação dele, ao entrar no carro nos comprimentamos, ele perguntou se teria problema se ele fosse por um caminho mas longo pois queria ficar mas tempo comigo eu concordei, nesse caminho estavamos passando próximo de uma cas que fico com a chave pois tomo conta para uma colega q mora fora do brasil, perguntei a ele se podiamos passar lá pois a algum tempo naum ia olha-lá, ele prontamente aceitou. entramos na casa e sentamos para conversar mais um pouco e conversa vai conversa vem começamos a nos beijar e foi enquentando os beijos, ficamos loucos começei a tirar a roupa dele ai ele não aguentou e me despiu toda, começou a beijar todo o meu corpo, e quando chegou na minha buceta enfiou um dedo e viu que estava totalmente encharcada e não resistiu caiu de boca, fizemos um 69 maravilhosos, logo me colocou de 4 e começou a pincelar o pinto na entradinha da minha buceta eu arrepiei toda pois era um pinto descomunal, enfiou devagar com carinho e aos poucos começou a um vai e vem, fiquei doida começei a gritar: vai me fode, me deixa toda arrebentada vai fode fode fode, e ele também não resistiu e so o q ele falava era: vc e muita gostosa se eu soubesse naum tinha perdido tanto tempo vou te comer até nam aguentar mais putinha gostosa.
fudemos a tarde inteira, ele me deixou próximo da minha casa e quase q naum consigo chegar com a buceta ardendo de tanto dar, cheguei em casa e fui direto pro meu quarto, quando comecei a tirar a roupa para tomar um banho, meu noivo chega de surpresa e ao me ver totalmente nua ele naum resistiu e naum adiantou eu pedir para tomar um banhu num q ele naum deixou e eu naquele momento naum estava com muita vontade de dar pra ele, tinha acabado de ser fodida e tava toda ardendo, mas isso ele naum podia nem sonhar, me jogou na cama e abriu minha pernar caiu de boca na buceta ai eu fiquei muito excitada meu noivinha lindo chupando minha boceta que ainda estava cheia de porra do meu ex, foi maravilhoso em poucos segundos gozei como nunca, ele adorou e disse q eu nunca tinha gozado tao rapido ele ficou louco com isso deitou-se de barriga pra cima e me mandou cavalgar no seu pau, eu que estava toda ardendo, mas naum resisti, subi em cima e mandei ver subia e descia muito gostoso, ele me jogou na cama e me colocou de 4 dizendo q minha buceta estava muito molhada e q agora ele ia comer o meu cuzinhu, mau ele sabia q também estava todo cheio de porra, começou a pincelar seu pau q pela primeira vez entrou sem esforço, ele ate perguntou o porque eu falei amor e o tesão, mas com toda aquele tesão ele nem desconfiou, ficou metendo no meu rabo uns 20 minutos e eu ali só pensando no q tinha acabado de acontecer, foi um dia maravilhoso eu nunca vou esquecer...........................................................



publicado por relatossecretos às 19:18
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito

meu marido queria ver escolhi um pauzão e dei mesm

meu marido queria ver escolhi um pauzão e dei mesmo


olá rapazes gostosos, este eu mereço contar pra todo mundo saber que meu marido é um corninho de mão cheia, bom na verdade eu também sou meio safadinha, mas tudo é valido para manter uma relação na santa paz. vou me apresentar, eu me chamo flaviane, tenho 35 anos, 1,68 61 quilos, cabelos compridos, seios grandes e durinhos, cintura fina e bunda grande, (linda, redonda e durinha e para o delírio, é empinadinha) e adoro mostrá-la para quem quiser ver !!! sou casada com roberto, um homem distinto, bem mais alto que eu, tem 1.85 80 quilos e um corpo que é um tesão, sou casada com ele a 7 anos, nos conhecemos cedo, foi um namoro longo e me casei virgem (que besteira) e nossa relação vai muito bem, temos 1 casal de filhos e nossas fantasias e realizamos na medida do possível. mas teve uma que é esta que vou relatar que realizei, no começo com um pouco de aversão, mas depois curti muito e se repetiu por várias vezes, vamos a ela. desde quando namorávamos o roberto sempre foi muito sacana e armava muitas aventuras para nós e como eu também curtia não reclamava de nada, mas ele sempre falava desta: “eu ainda vou ver vc transando com um cara com uma pica enorme, para ver você gemer gostoso” não que ele tinha a pica pequena, ele também era um cavalinho, media 20x5 era um tesão, mas como a minha buceta sempre foi grande ele acha que a pica dele é pequena e realmente as vezes faltava coisa pra entrar. uma vez conversando com uma amiga ele me contou que tinha feito uma operação para reduzir o tamanho da buceta e que o marido fez o contrário, aumentou o tamanho do pau e disse que foi o máximo, adorou apesar dela sofrer hoje, mas diz que muito bom. conversei com o roberto e ele aceitou, fomos num especialista, ele me examinou e examinou o roberto também e fez a sua sugestão eu aceitei e mandei ele diminuir mais um pouco na medida, pois queria que meu marido se sentisse imenso, o médico meio sem jeito aceitou a minha contraproposta. fiz a cirurgia, fiquei 60 dias sem nada e quando o médico me liberou, resolvi que ele agora iria fazer o tratamento para aumentar ainda mais o tamanho do pauzão dele, sabia que iria me arrepender mas incentivei ele ao máximo, ia com ela as consultas e acompanhava o resultado de perto, bem de perto e aos poucos ia crescendo e engrossando, no final do tratamento, comecei a me arrepender daquilo, pois ficou um cavalão, com 24x6 cresceu muito e ficou mais grossa ainda, e eu ali com a bucetinha mais apertada ainda, mas valeu a pena pois a auto-estima dele subiu e a minha também, mas a minha preocupação aumentou bem mais que minha auto-estima. ficamos aproximadamente, 5 meses sem transar, para eu foi um inferno, pois subia e descia das paredes todo dia, mas agüentei firme até o final, no dia que transamos, fomos para o melhor motel da cidade e passamos a noite lá. quando chegamos, foi pior que a minha primeira vez, pois estava muito nervosa e com medo, não conseguia relaxar de tão assustada, mas o tempo foi passando, bebemos, fui entrando no clima e de repente, a coisa começou a esquentar, ai me soltei e virei novamente a putinha que ele tanto ama, chupei gostoso aquele garanhão, como chupei, mal entrava metade na boca que eu já estava engasgando, mas chupei mesmo e com gosto, subia e descia, fazendo entrar o máximo que eu conseguia, lambia o pau, o saco, chupava as bolas, que ele adora quando faço isto, deixava o pau dele todo cheio de guspe bem lambuzado e chupava de novo, como gosto do pau dele, do cheiro, já estou com a bucetinha escorrendo de novo só de lembrar, quando percebi que ele estava pra gozar, parei e mandei ele me chupar e fazer o que quisesse, pois afinal, tanto eu como ele, estávamos alucinados para isto, ai, como me chupou.... chupou.... e chupou... que gozei umas 4 vezes de tanto tesão, me chupou de frente toda arreganhada, de costas, de 4, de pé, .... enfim de tudo que imaginamos na hora rolou... quando não agüentei mais, resolvi que era hora de sentir meu cavalão comer esta égua aqui, e não deu outra, ah !!! esqueci de contar um detalhe, o médico me deixou com cabaço novamente, fiquei virgem de novo !!!! meu macho veio por cima de mim, com todo carinho, me chupou de novo, me deixou mais ensopada ainda e mirou, peguei no pau dele, minha mão nem fechava, mas ajudei a achar o caminho, coloquei na portinha e ele tentou com calma, não entrava, estava muito apertada, ele com paciência, forçou novamente, quando sentindo entrar a cabeça, meu deus do céu, como gemi, gritei, até chorei, mas agüentei firme pois meu macho merecia aquilo e deixei ele entrar, entrou até a metade e eu chorando e pedindo mais, e mais, e mais.... e ele percebendo a minha dor, parou, tirou e colocou de novo, mas não adiantava, ele estava um monstro e eu uma menininha moça.... que apesar da dor estava alucinada de tesão, mandei ele colocar novamente, e quando ele estava começando a empurrar, joguei meu corpo contra o dele e ai sim, foi doido, pois o pau entrou até o talo, bateu no útero, gritei novamente mas mandei ele continuar e a bombar , e como foi maravilhoso, apesar da dor gozei na hora, ele socando agora sem dó e eu gritando e gozando novamente.... foi a primeira vez da minha vida que tive orgasmos múltiplos que de tão alucinante eu tremia, resolvi mudar e fui tentar cavalgar nele, que tesão.... quando ele se deitou na cama de barriga pra cima, eu comecei a chupar ele desde o pé até a rola, e que rola gostosa, com o gostinho da minha bucetinha, mamei gostoso de novo, subi por cima dele, fiquei de cócoras e segurei no pau dele com as duas mãos, pincelei na minha danadinha, que babava de tão ensopada e fui descendo, entrou a cabeça, gemi de novo, fiquei colocando e tirando, pondo e tirando,...... até que resolvi descer de uma vez, e olha como doeu mas foi a coisa mais gostosa que fiz, pois foi tudo, me rasgando, e eu rebolava, subia e descia, ah !!! como foi bom.... que tesão.... cavalguei um pouco e gozei, num gemido muito alto e meu macho com o pau estourando de tão duro, a cada subida e descida sentia ele me rasgando, e como era maravilhoso aquele pau que eu sonhava, me descabaçando de novo, e mais, me rasgando e me fazendo a mulher mais feliz do mundo, ele também gemia, batia na minha bunda, quando de repente ele pediu para me comer de 4, e lógico que aceitei, mais que imediatamente eu me virei de costas e com a bunda e a buceta que a esta altura já estava um buraco imenso e profundo, mas estava escorrendo de tanto tesão, fiquei de 4 que nem uma cadelinha esperando o cachorro vim, e ele veio e como veio, mirou a porta e estocou tudo de uma só vez, que chegou até a me jogar pra frente, e eu empurrando pra trás pra entrar tudo, aquele pau de tão fundo que ia batia no meu útero, era uma sensação incrível, tive novamente 2 orgasmos seguidos, não agüentei e tirei de uma vez e fui chupar o pau dele novamente, pra sentir o gosto da minha buceta, chupei de novo, consegui engolir quase tudo, quando que pra minha surpresa, sinto um jato quente e forte, seguido de outros que inundaram a minha boca, quase engasguei, mas engoli tudinho e chupei até ele não gozar mais, limpei tudo e continuei chupando até que amoleceu e ele se deitou de tão exausto e saciado, eu também cai na cama desfalecida, pois estava arrombada e com as pernas bambas. cochilei acho eu que uns 15 min. levantei e fui até o banheiro pois fiquei com vontade de fazer xixi, quando eu olho no espelho o tamanho que minha bucetinha ficou, quase cai de costas estava arrombada, um tamanho enorme, (apesar que o doutor ter falado isto pra mim, que ela poderia ficar larga, mas depois voltaria a ser pequena novamente, que nem elástico, vai e volta e foi isto mesmo que aconteceu depois, bem depois, porque nesta noite dei muito, dei tanto que no outro dia não fui nem trabalhar pois estava toda esfolada e mole !!!! ) quando vi aquilo nem fiz xixi, voltei pra cama, comecei a chupar meu marido, que não demorou e ergueu aquele mastro de novo, transamos mais umas 4 vezes esta noite e fomos embora no outro dia pela manhã, e a cada vez que entrava aquele pau era cada vez mais gostoso, pois comecei a acostumar com ele que no final não sentia mais dor nenhuma só prazer. no outro dia fui só elogios pra ele afinal ele me proporcionou uma noite maravilhosa e divina, quando chegou a noite, eu estava do jeitinho que ele gosta, só de lingerie bem sexy e com cara de safadinha, transamos muito de novo, e foi ai que ele me falou novamente que queria um pau grande me rasgando, eu até brinquei com ele, mas o teu é o maior do que de todos os maridos de minhas amigas, mas mesmo assim ele não sossegou, e no meio de uma transa ele começou falar que queria ficar vendo eu sendo enrabada e ai eu comecei também a entrar no jogo dele, fantasiando as coisas, dizendo que eu queria um negão bem grande, e que eu seria a puta dele, nossa quando disse isto, ele gozou tão forte na minha buceta, que nunca vi algo parecido, me inundou toda que escorria até nas pernas e de tão alucinado começou fazer um 69 chupando a minha bucetinha esporrada, e depois me beijou com a boca cheio de porra, e foi ótimo, mas nunca imaginei que ele poderia fazer aquilo, mas fez e eu adorei. o tempo foi passando e nós imaginando coisas, fantasiando as mais pervertidas coisas possíveis, com outros homens, com minhas amigas, etc. até que num dia ele falou: “hoje você vai dar pra alguém, se vista como uma safadinha e vamos sair”. me assustei, mas topei para ver até onde ele iria, comecei me arrumar, peguei a minha calcinha mais pequena, que não tampa nada na frente nem atrás, uma saia meio transparente, uma sandália que adoro e ela é linda e de salto bem alto, um top que deixa minhas tetas todas a vista, um penteado fashion e saímos. ele ficou louco de tesão mas não deixei ele por a mão em mim, disse que aquela noite seria de quem eu bem quisesse, ele ficou louco, mas não podia fazer nada, pois ele mesmo tinha mandado eu fazer isto, e no meio do caminho dentro do carro ele ficava me olhando querendo me despir com os olhos, nem liguei, fui atiçando ele mais ainda, até que chegamos no lugar que ele escolheu, era uma casa noturna boa, estilo uma danceteria, mas com pessoas muito bonitas entrando, quando desci do carro, nossa, um monte de homens me comeram com os olhos e eu adorei !!!!!!!! entramos e começamos a dançar, lógico que eu não ficava de grude com ele, afinal eu podia escolher o homem que quisesse, e não demorou muito e passou um rapaz atrás de mim e sussurrou no meu ouvido que queria dançar comigo, não pensei 2 x e comecei a dançar com ele, estava muito cheiroso, com gel no cabelo, roupa esporte fina, enfim era uma gracinha, logo me tascou um beijo que meu marido quase voou pra cima dele, mas ele tinha escolhido isto, era uma sensação estranha pra mim, afinal depois de tanto tempo eu estava com um cara diferente e mais novo que eu por sinal, quando o clima esquentou e senti o volume da calça dele eu achei que seria ele o escolhido, fomos para um lugar mais calmo na casa, onde era escuridão total, e tirei o pau dele pra fora e me decepcionei, pois era bem menor que o do meu marido, mas era grande também, bati uma pra ele e sai fora, voltei pro meu macho, e disse que estava desapontada ele rio, bebemos mais umas e quando eu comecei a ficar alta, esbarrei num rapaz lindo, negro, cheio de charme, não muito alto um pouco mais alto que eu, mas muito forte, e como o álcool já estava fazendo efeito, fingi que tinha me machucado e ele me levou para sentar numa mesa, e na maior da inocência fez um carinho no meu pé, se abaixando para ver se eu tinha me machucado mesmo, como eu estava sentada abri as pernas mais do que pude para ele ver a minha danadinha e não deu outra, quando viu, ficou louco, mas se comportou, e eu não me agüentei e disse pra ele que meu joelho estava “machucado” também, peguei a mão dele e coloquei por cima, e comecei a alisar minha perna, ai logo ele entrou no clima, e foi subindo a mão, quando eu vi já estava na minha coxa, pedi pra ele coçar a minha bucetinha e ele fez com o maior “prazer”. me levantei e pedi pra ele para irmos no “cantinho do amor” fomos tive um dos amassos mais gostosos de minha vida, que garoto gostoso, sabia como pegar uma mulher e para a minha surpresa o pau dele era “imenso” maior até que o do meu marido eu acho, mas não estava preocupado com isto, eu queria ele, e ele me queria também, ele estava com tanto tesão que quase me comeu ali mesmo, de pé, mas pedi pra ele parar e disse que eu estava acompanhada do meu marido e que se rolasse algo comigo ele teria que ir junto para ver, mas só como telespectador, ele aceitou sem reclamar, voltamos até o meu marido de mãos dadas, que loucura e falei pra ele que tinha achado o “cara certo” ele regalou os olhos, saímos e fomos pra o motel, ainda bem que tinha um perto do local, meu marido foi esperto este ponto, quando entramos foi a maior saia justa, mas me soltei e fui pra cima do rapaz o fernando, começamos a nos beijar loucamente, e logo ficamos nu, quando ele tirou a cueca, meu marido ficou besta com o tamanho e eu também, não sabia que baixinhos tinha o pau tão grande, como chupei ele, chupei até ele quase gozar, parei e coloquei a camisinha, que não entrava de tão grosso que era, ai ele me mostrou a que ele tinha, era um tamanho maior e coloquei com a boca, mas a camisinha só foi até um poço mais da metade, ele também era um cavalão, e logo me comeu de 4, me colocou de costas pra ele chupou a minha buceta bem gostoso, teve até um espanto quando viu o tamanho, ele disse que eu não ia agüentar ele e eu disse para ele não ligar e socar o quanto ele quisesse, ficou louco, me judiou me chupando, gozei 2 vezes de tanto prazer, até que não agüentei mais e mandei ele me fuder, e como socou gostoso, chegou por trás de mim, subiu que nem um cavalo sobe em cima de uma égua e colocou tudo de uma só vez, gemi alucinadamente, gritei, até escorreu lágrimas dos meus olhos, mas agüentei tudinho, quando olhei de lado meu marido estava batendo uma punheta louco, com muito tesão também eu não consegui falar nada, só gemer e gozar, gozei umas 3 vezes com aquele garanhão me comendo, me comeu de 4, de ladinho, de frente, de pé, até que não agüentou mais e falou que iria gozar, mandei ele tirar a camisinha e gozar na minha boca, não deu nega, ele me encheu que não dei conta de engolir, escorria pela boca e caia nos meus peitos, mas consegui engolir um bocado e como era gostosa a porra daquele garoto. depois disto ele caiu desfalecido na cama, eu também estava de pernas bambas e meu marido ali, batendo uma alucinada pedindo para eu chupar a dele também, me recusei e só terminei a punheta pra ele, que gozou muito também no chão. ficamos os 3 pasmos de tanto tesão, quando acordei o meu menino estava tomando banho, fui pra lá, entrei na banheira e dei uma das minhas melhores fodas da vida lá naquela banheira, nem liguei pra camisinha, deixei ele me comer de tudo que foi jeito possível lá, até comecei a dar o cu pra ele, mas não agüentei, só agüentei um pouquinho que foi o tempo dele gozar encher o meu cu de porra, que depois que saí, olhei no espelho e estava um buraco negro meu cuzinho, nestas alturas era um cuzão !!! deixei escorrer a porra no vaso e voltei pra banheira, quase não conseguindo mais andar, ele me chupou mais uma vez, e depôs voltamos para a cama onde meu marido dormia, e não sabe que deu o cu pra o garoto, agora irá saber se ler este conto..... dormi agarradinha com o meu menino, de manhã acordamos e transamos de novo, meu marido adorou de novamente a cena, nos trocamos e fomos embora, dei meu telefone pra ele, o deixamos onde ele tinha guardado o carro e fomos embora, quando chegamos em casa eu ainda estava em estado de êxtase, meu marido louco pra transar comigo e é claro que depois de tudo isto que ele me proporcionou eu tirei o atraso dele, mas eu estava toda doida e ardida, e nem tinha percebido que esqueci a calcinha sabe deus onde, mas na verdade não esqueci, meu menino roubou e ligou me falando e é claro que fui buscar outro dia, e foi maravilhoso !!!!!!! mas ficará para outra hora, se gostou do conto, vote e se quiser me escrever, meu marido não liga mais, o importante é que tanto eu como ele sai com outras pessoas, mas fazemos isto por amor ao outro, pois eu também pedi para ele fazer comigo a mesma coisa que fiz com ele e foi ótimo também. meu e-mail é: negafogosa35sp@hotmail.com



publicado por relatossecretos às 13:52
link do post | comentar | ver comentários (25) | favorito

Sexta-feira, 13 de Novembro de 2009
minha esposa bebeu a porra do negão pelo emprego

 

Este é meu conto

Nao faz muito tempo

eu e minha esposa estávamos atravessando uma fase difícil, pois ela tinha perdido o emprego. resolvi levar minha esposa até o escritório da empresa e falar com minha chefe a respeito, apesar de saber que a mesma era muito ríspida e intolerante. pedi pra minha esposa aguardar na sala de espera e entrei. minha chefe é uma amazonense, baixa e cor de jambo, com as coxas bem grossas e os seios bem fartos. sempre anda de salto alto e vestidinhos justos e curtos, que realçam ainda mais o seu corpo. também não é novidade nenhuma que mantém uma relação com o chefe do rh, um negro alto e forte. entrei na sua sala e expliquei o problema da minha esposa, além de colocar a extrema necessidade de colocá-la em algum emprego. minha chefe ouviu calada, por trás de seus óculos e quando terminei, perguntou:
_ o quanto vcs precisam deste emprego?
_ muito...muito mesmo.
_ hum...então venha até aqui e entre debaixo da minha mesa.
de início fiquei estático, sem acreditar no que ouvi. mas seu olhar sério não a deixava mentir. dei a volta na mesa, que era fechada pela frente e aberta por trás, e me ajoelhei debaixo da mesma, com meu rosto na altura de seus joelhos. ela falou cinicamente:
_ você vai saber agora que nunca uso calcinhas, querido...rs.
minha chefe então abriu lentamente as coxas, revelando uma buceta grande e peluda, toda molhadinha de tesão. meu pau endureceu na hora dentro das calças.
_ gostou, querido? é bonita?
_ é linda, senhora.
_ então pode vir saborear, queridinho...
e falando isso, passou a mão na minha nuca e comprimiu lentamente meu rosto contra sua bucetinha molhada. o cheiro gostoso do seu sexo fez com que eu a penetrasse totalmente com a língua. minha chefe sorria cinicamente enquanto rebolava vagarosamente passando toda a xerequinha melada em meu rosto. eu adorando aquilo tudo como um bom puto! minha esposa ia ser empregada e eu ainda chupando a buceta gostosa da minha chefe. mas eu ia me arrepender amargamente, pois o plano dela era outro. enquanto me fudia com a buceta, pegou o interfone e falou com a secretária da sala de espera:
_ pode mandar a esposa do funcionário entrar, querida.
eu nem acreditei no que ouvi. tentei levantar a cabeça, mas minha chefe a comprimiu entre as coxas, mantendo-a afogada na enorme buceta dela. minha esposa é bem branquinha, é loira, tem os cabelos compridos, e faz o tipo alta e magra, com dois seios rosados empinadinhos e furando a blusa. tem as pernas longilíneas e lisinhas, que terminam em uma bundinha arrebitada e uma xerequinha pequena, rosinha e depiladinha. minha chefe então falou pra minha esposa:
_ querida, seu marido teve que atender um cliente e só deve voltar em algumas horas. entretanto, ele me passou a sua necessidade de emprego. o quanto precisa dele?
minha esposa então respondeu que precisava muito, pois estávamos endividados, e que faria qualquer coisa para merecê-lo. e eu ouvindo tudo aquilo com a cara toda melada de buceta sem poder falar qualquer coisa! foi aí que a vagabunda da minha chefe disse pra minha esposa que o chefe do rh teria que aprová-la, e que para isso, teria que chupá-lo ali mesmo, na sala do escritório. meu coração parou! ouvi os soluços da minha esposa, dizendo q aquilo não era justo e q precisava muito do emprego, além de ser casada. minha chefe friamente falou q se precisava, faria qualquer coisa, e q qto a ser casada, seu marido não saberia de nada. após relutar um pouco, pra minha surpresa, minha esposa concordou, desde q fosse apenas aquela vez. eu não podia acreditar. minha chefe sorriu e, pelo interfone, mandou chamar o chefe do rh. em poucos minutos ele entrou na sala. era um negro alto e forte, adepto de musculação e esportes. minha chefe mandou q minha esposa metesse a mão em suas calças e tirasse a piroca dele pra fora. eu não podia ver nada, apenas imaginar, pois estava debaixo da mesa com o rosto todo enterrado na buceta da minha chefe. minha esposa enfiou a mão dentro das calças dele e tirou sua pica pra fora:
_ nossa!!! é enorme!!! (gritou minha esposa assustada).
uma total sensação de impotência e humilhação tomou conta de mim. comecei a ouvir o som da boca da minha esposa sugando aquela tora preta, misturando-se aos gemidos de prazer do crioulo e da minha chefe, que a esta hora já havia recomeçado a rebolar em minha buceta. minha chefe começou a sacanear:
_ hum...se arrependeu, querida? não tá gostando desta pirocona?
pelo barulho da saliva, vi que minha esposa tirou o cacete do negão da boca:
_ ái, é deliciosa...nunca vi uma piroca tão grande e grossa. se meu marido souber me mata...que caralho delicioso!
e recomeçou a sugar a piroca preta com vigor. minha chefe gemia enquanto fudia meu rosto inteiro com força. acho q minha mulher chupou aquele caralho por uma meia hora, até q o negão disse q queria gozar. minha chefe mandou q minha esposa engolisse a cabeça do caralho e mandou o chefe do rh depositar a porra na boca dela. só ouvi o negão urrar enquanto despejava toda porra melada e grossa no rosto e na boquinha da minha mulher, q recebeu tudo obedientemente. minha chefe sacaneou de novo:
_ engole tudinho, amor...abocanha o pau dele! o carpete do escritório é novo e não quero sujá-lo de jeito nenhum. isso...assim...deixa o gozo sair na sua gargantinha. isso...agora vem cá, crioulo gostoso...vem cá e põe este caralho na minha boca q vou deixá-lo limpinho.
na verdade, minha chefe queria humilhar-me. o negão deu a volta na mesa e parou ao lado dela. quase morri de susto. ele tinha uma piroca enorme, grossa e veiúda! mesmo ainda semi-rígida, parecia um antebraço preto cheio de veias. o sacana qdo me viu de baixo da mesa, entendeu tudo, e começou a sacanear tb:
_ que chupeta deliciosa eu ganhei na piroca...digna de uma vadiazinha profissional!
minha vontade era matá-lo, mas tive q ficar quieto. minha chefe pegou aquele tronco preto pela base e comprimiu até a cabeçorra, fazendo surgir uma última gota grossa da pirocona. com a linguinha grossa, limpou com maestria toda piroca e começou a foder a bucetona no meu rosto com violência. a puta só precisou de alguns segundos para soltar um gozo violentíssimo. um jato de gozo espirrou da buceta e atingiu meus olhos. ela ria junto com o crioulo enquanto sua buceta se contorcia em seus últimos estertores de prazer. só então a filha da puta largou minha nuca. eu totalmente gozado e sem gozar...que ironia. mas a caixinha de maldades da minha chefe ainda não tinha acabado. falou pra minha esposa:
_ trato é trato, querida...o emprego é seu...e como fez por merecer. precisa apenas preencher a ficha cadastral, o q pode fazer aqui comigo ou na sala aqui do lado, junto com o chefe do rh.
não queria acreditar na resposta da minha esposa amada. disse q ia preencher a ficha junto com o chefe do rh para não incomodar minha chefe. minha doce esposa, por causa de um maldito emprego, já tinha virado uma verdadeira puta! ouvi a porta lateral da sala abrir-se, os passos da minha esposa e do negão entrando na sala do rh que ficava ao lado, e a porta fechando-se em seguida. saí de baixo da mesa puto:
_ caralho! como vc entrega minha esposa pra trepar com este sacana!
_ ora, queridinho...então achou q ia apenas chupar minha bucetinha e se dar bem? agora vai ter q aguentar...e ver tudo, senão quem vai ficar desempregado vai ser vc!
eu não podia acreditar! minha esposa virando puta e ganhando emprego, e eu virando corno e ameaçado de ser demitido!
minha chefe foi até a parede q dividia as salas da chefia e do rh e afastou um quadro ali existente, revelando um pequenino buraco circular:
_ vem assistir sua esposinha, queridinho.
tive q obedecer calado. sabia q não tinha mais volta. o quadro q vi foi estarrecedor. o crioulo sentado na cadeira executiva, totalmente pelado, com aquele pau enorme e preto, duro como concreto, apontando pro céu. minha esposa, de cócoras em sua frente, peladinha, estava com as duas mãos envolvendo a base do cacete e a boca sugando a cabeçorra preta brilhante. minha esposa tinha se transformado numa puta completa. falou pro preto:
_ ái, quero sentir este caralhão arrombar minha bucetinha, querido!
e falando isso, levantou-se, virou de costas pro negão e abriu as pernas, ficando de frente pra mim com os lábios da xerequinha levemente afastados um do outro. o negão empurrou a cadeira pra frente, entrando por trás dela e posicionando a piroca embaixo da bucetinha dela. o pau era tão grande que mesmo com o negão sentado e minha esposa em pé, a cabeçona já encostava na xereca que pingava de tesão. minha esposa então, com as mãos segurando os seios, foi flexionando os joelhos e abaixando o quadril, pressionando toda aquela tora negra na entrada da vagina. seu rosto franzia de dor e tesão. com os dentes cerrados para não gritar, a safada foi atolando cada centímetro do caralho do crioulo em sua buceta. a pica grossa forçava as paredes da buceta, que se arreganhavam ao máximo pra receber aquela tora. mal pude acreditar qdo finalmente vi minha esposa sentar nas bolas do negão, com a piroca inteira dentro de sua buceta entupida. começou a rebolar levemente, e depois a acelerar a foda, gemendo e mandando o negão arrombar a buceta:
_ me fode, crioulo! me arromba toda, caralho! mete esta piroca preta gostosa na sua branquinha puta!
eu não reconhecia mais minha esposa, que cavalgava com vigor naquele cacete imenso! foi quando eu senti o contato de algo molhado no meu próprio pau. eu estava tão entretido na foda do negão com minha esposa, que nem percebi q minha chefe havia arriado totalmente minha calça e cueca, e agora, envolvia todo meu caralho com sua boquinha gulosa e molhada! aí vi como tudo aquilo tinha me deixado com um tesão incrível. meu pau estava duríssimo e enorme de tesão! resolvi me render a situação. enquanto observava minha esposa putinha tomando piroca do crioulo, comecei a fuder a boca da minha chefe safada com força. ela deixava a boca aberta, com os lábios envolvendo meu pênis e deixando minha pica entrar em sua garganta e sair. não resisti nem dois minutos. ejaculei toda minha porra contida dentro de sua garganta, com jatos fortes e grossos, inundando toda sua boca...e a puta engoliu tudinho, sem deixar cair uma gotinha. depois limpou toda extensão do meu pênis com a língua, sugando ainda a cabeça pra retirar a gotinha de porra q sobra dentro. minha atenção foi novamente voltada pro buraco. minha esposa urrava gozando no pau do negão! ela fechou as coxas e pressionou as nádegas contra o quadril do crioulo, tentando entupir ao máximo sua buceta com aquela tora. apesar de desfalecida pela intensidade do gozo, o crioulo continuava bombando sua buceta, agora já totalmente arregaçada. o negão não demorou muito. agarrando minha mulher pela cintura, levantou-se da cadeira, deixando minha esposa totalmente suspensa no alto, e começou a arrombá-la com força, enquanto urrava num gozo totalmente selvagem! dava pra ver a porra branca e grossa vazando pelas laterais da bucetinha branca da minha mulherzinha. minha esposa então saiu e veio pra perto da parede pegar suas roupas no chão. foi aí q pude ver q seu rosto tb estava todo melado de esperma, fruto da gozada q o negão tinha dado em sua cara antes dela abocanhar seu pau e engolir o restante de sua porra. saí silenciosamente e fui pra minha sala, sem saber o q pensar daquilo tudo...se o culpado era eu, minha esposa, ou nós dois. minha esposa apareceu uma meia hora depois, já com o rosto lavado e limpo. perguntei como foi a entrevista e ela apenas disse q tinha conseguido o emprego, me dando um beijo na boca e agradecendo pelo q fiz por ela.



publicado por relatossecretos às 16:04
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito

...

bem meu nome é alana tenho17 anos e o que passo a contar aconteçeu a mais ou menos um ano atras e ate hoje nao disse nada a nimguem,porem a cena que presenciei nao me sai da cabeça...


moramos em um prédio em sp e temos como nosso vizinho de frente um casal que é muito amigo,principalmente ela, a patricia o seu marido o rogerio é mais reservado, apenas comprimenta e só,ela deve ter 1:70m uns 58 kg,branca,cabelos pretos longos uma mulher bonita ,porem um pouco magra com seios pequenos,deve ter uns 36 ou 37 anos,o rogerio mor.claro,meio forte deve ter mais ou menos 1:88 a 1:90m,um homem bonito...



patricia sempre fica indo no nosso ap e adora ficar conversando com minha mae,coisas de mulheres,um dia ouvir ela dizer p/ minha mae que iria tirar umas férias e iria com as crianças p/casa do pai dela no interior,eles tem um filho de 3 e outro de 2 anos,ela como minha mae nao trabalham fora,ela disse que nao aguentava mais,o rogerio so queria sexo e ela ja estava ficando machucada , devido ele ter o pinto avantajado, minha mae perguntou ? nossa mais é tao grande assim patricia ? ela respondeu: olha numca medir, mais deve ter uns 24cm,mais o que incomoda é a grossura, eu custo aguentar,minha mae entao disse: nossa patricia ele é um cavalo,numca vi nada nem parecido...porem deu p/ perceber que minha mae ficou curiosissima,e so ficava perguntando as posiçoes que a pratricia fazia com ele etc...


passado uma semana patricia estava la em casa quando cheguei do colegio, estava entregando a cópia da chave para minha mae colocar a raçao p/ o cachorro dela, pois o rogerio so chegava a noite, e
ela ja iria viajar com os dois filhos p/ casa dos pais no interior,minha mae despediu dela e disse tudo bem!!!boa viagem etc.


passado uns 10 minutos ouvi minha mae ligando p/ sua amigona a márcia,que tambem é casada e nao sai lá de casa... eu desconfiada, pois ja tinha ouvido um ti ti ti entre minha mae e a marcia antes, mais nao tinha entendido o que era,corri p/ quarto da minha mae e peguei a extensao,quando ouvir minha mae dizer p/ marcia,sabe aquele cavalao que te contei ? marcia sei,entao a esposa dele viajou e eu estou com a chave ,foi quando a marcia disse p/minha mae,vc vai ter coragem de encarar tudo isso clarice? minha disse: estou com medo,porem morrendo de curiosidade amiga,eu so penso nisso o tempo todo...e quando será?minha mae disse: amanha a noitinha...



eu nao acreditava que minha mae iria ter coragem de trair meu pai,tudo bem que meu pai ja nao dava uma assistecia completa,trabalhava muito e chegava em casa todos os dias apos as 22:00h,mais ao mesmo tempo fiquei curiosa pois se a patricia que era uma mulher grande custava aguentar o rogerio,como minha mae uma mulher pequena iria consseguir isso?para se ter uma ideia minha mae é mulher bonita tem 39 anos,conservada aparenta uns 32,é baixinha 1:52m,uns 48kg em forma,mor.clara,seios médios, bumbum pequeno, mais arrebitado ela é toda pequenininha,a vagina dela é menor que a minha que tenho 17 anos...

entao peguei a chave escondida desci fui ate o chaveiro sem que minha mae percebesse e tirei uma cópia da chava p/ mim ,pois estava descidida, queria ver se minha mae teria coragem de fazer isso mesmo...


chegado o outro dia ,quando cheguei do colegio percebi que minha mae estava meia apreensiva,entao disse a ela que iria sair com mina amiga a tarde ,ela disse tudo bem,mais para nao demorar,quando foi chegando por volta das 17:30h ja tinha tomada banho,disse que estava saindo, ela tá bom filha e foi tomar banho, coisa que ela nao faz essa hora ,eu sabia que o rogerio chegava por voltas 18:30h...



entao entrei no ap dele e fui direto p/ dispensa e fiquei ali quietinha,no escuro,quando deu por volta de 18:30h ouvi a porta abrir e bater fechando,pensei é o rogerio,passado uns 5 minutos ouço a porta abrir e fechar novamente e começo a ouvir vozes,entao abrir um pouquinho a porta da dispensa e escuto , era a voz da minha mae dizendo que iria dar raçao p/cachorro que estava na área de serviço e perguntou p/ o rogerio se ele nao estava precisando de nada? foi quando ele disse precisando eu estou ,mais nao sei dona clarice se a senhora poderá me ajudar!! minha mae disse o que vc precisa rogerio ? foi quando sai da dispensa e fiquei atras da porta da cozinha que estava com as luzes apagadas, olhando pela fresta da porta onde dava para ver tudo la na sala , ele estava sem camisa só de bermuda levantou do sofá e disse p/ minha mae olha minha situaçao dona clarice e abaixou a bermuda,foi quando saltou para fora uma pica enorme,cheia de veias devia ter mesmo uns 24cm e a grossura chamava mais atencao,parecia um braço,minha mae ficou paralisida com os olhos arregalados,foi quando ele pegou a mao de minha mae e colocou naquela tora,e disse sera que a senhora podera me ajudardona clarice ? minha mae apenas apertava sem nenhuma outra reaçao e ele nesse momento começou a pegar nos peitos de minha mae que permanecia imovel,começou a beijar o pescoço,e a boca dela, e ja foi tirando a saia e a blusa da minha mae ,deixando ela de calcinha e sutian,e foi deitando por cima dela no carpete, e começou a beija-la os seios tirou a calcinha e começou a chupar a bucetinha da minha mae, e ela rebolava e gemia muito.foi quando ele abriu as pernas dela e encaixou aquela tora na xaninha dela,fiquei com medo por ela ,mais ao mesmo tempo exitada,ele forçava,forçava e nada de entrar derepente ela deu um grito entao pude ver que tinha entrado a cabeça,ele foi forçando bem devagar e minha mae nao parava de gemer,a cada empurrada era uma gemida dela,dava para perceber lagrimas de seus olhos,foi quando ela gritou pelo amor de deus rogerio para ! eu nao aguento... foi quando olhei e vi que ainda faltava a metade daquela picona,fiquei preocupada e nao sabia o que fazer... e ele disse: era isso que a senhora queria ! ja tinha percibido quando encontravamos no elevador a senhora ficava olhando p/ minha pica dona clarice... agora terá que aguentar tudinho sua putinha baixinha,vou te deixar arrombada pra vc numca mais esquecer ... isso me deixou molhadinha de tesao... e ele começou a forçar mais e mais e ela chorava e gemia,quase sem forças ,foi quando derepente se fez um silencio e eu vi que ja tinha entrado tudo... ele começou a bombar lento e foi almentando o ritmo,tirava aquela tora quase toda e depois socava tudo de uma vez para dentro, dava para ver que quando ele puxava e enfiava os grandes labios e os pelos da buceta da minha mae entrava junto com aquela tora,foi quando ele disse vou gozar na sua boca minha putinha baixinha e tirou e mandou ela abrir a boca e gozou tudo la dentro e fez ela engolir tudinho...nessa hora deu p/ perceber o quanto minha mae estava arrombada ,pois bucetinha dela ficou um buraco aberto e nao fechava, ele se levantou e disse : da proxima vez quero seu cuzinho sua putinha arrombada!!! e foi tomar banho... minha mae demorou uns 5 minutos para se levantar, e foi embora mancando,dei um tempo e sair de lá,cheguei em casa e perguntei a minha mae porque ela estava mancando? e ela me disse que tinha torcido o pé...ficou uma semana mancando...
mais eu sabia que era por causa daquela pica descumunal.
E assim termina o meu Conto Erotico



publicado por relatossecretos às 15:03
link do post | comentar | favorito

Pega de Surpresa

olá, me chamo mara e tenho 24 anos de idade, tenho 1,69 m de altura e 57 kg e este meu conto erotico é algo que realmente mudou minha vida. bem, eu era noiva a 3 anos de um relacionamento que já durava 7 anos. eu sempre fui completamente apaixonada pelo meu noivo, mas nunca consegui me livrar de pensamentos estranhos, como por exemplo, ter relação com outra mulher. certo dia, em uma festa na casa de seus pais, festa essa que só tinha jovens (seus pais estavam em viagem), começamos a nos divertir muito e tinha várias pessoas presentes. dançamos e bebemos muito e a noite vou ficando cada vez mais divertida. sempre tive uma relação muito amigável com a irmã dele, que tinha praticamente a mesma idade que eu, linda e extremamente querida. em época de praia era comum dormimos no mesmo quarto e eu sempre tinha vontade de vê-la sem roupa e até mesmo vontade de sentí-la, mas até então sempre ficou na vontade. no dia da festa na casa deles, após muita bebida, já passadinha, fui convidada por ela para subir, ir até seu quarto, ela alegava que queria pegar algo ... fomos em três meninas e eu, nem sequer imaginava o que aconteceria no tal quarto. chegamos no quarto dela e ela foi logo abrindo uma gaveta e me chamou para ver, quando olhei, ví um monte de objetos sexuais (vibradores, plug´s, roupas íntimas e líquidos parecidos com gel) fiquei sem ação, mas em seguida comentei que tudo aquilo era loucura. no mesmo instante, ela pegou um dos plug´s e disse que não era loucura, disse que aquilo era algo que dava muito prazer e começou a passá-lo na boca. no mesmo instante, a outra menina que estava com a gente, começou a passar suas mãos em meu corpo e eu, com tudo o que tinha bebida e com essa vontade presa dentro de mim a tanto tempo, fui entrando no clima rapidinho. fiquei um pouco perdida e fazia tudo o que dava vontade, não me preocupei com nada, simplesmente liberei totalmente meu corpo. elas me colocaram na cama, deitada de barriga para baixo e queriam amarrar minhas mãos na cabeceira da cama, eu fiquei assustada e questionei. elas me falaram, com toda a delicadesa do mundo, que aquilo era apenas um tipo de tempero para a nossa brincadeira e como disse, foram educadas e delicadas. deixei então que fezessem o que queriam e assim que deram o último nó na corda, recebi um tapa na cara e a minha cunhadinha querida falou no meu ouvido: ´vamos te mostrar o que é bom, sua safada´. meio bêbada e amarrada, apenas ouvia a música vinda lá de baixo e elas conversando baixinho em frente a gaveta cheia de vibradores e plug´s. comecei a ficar assustada e não sabia o que fazer e nem o que iria acontecer. as duas conversavam bastante e derrepente, parecem que tinham decidido algo. minha cunhada sentou na minha frente na cama, olhou pra mim e disse que não era para eu me preocupar com nada, enquanto isso, a outra tirava minhas calças, já que apenas as mãos estavam presas. após ficar nua na parte de baixo, lembro que pedia repetidamente para minha cunhada não fazer nada comigo e no mesmo instante, senti que a outra menina colocava muito gel na minha bunda. era gelado e extremamente liso. ela deixou minha bunda toda lambuzada e depois disso disse para a minha cunhada: ´está prontinha, agora ela é toda sua´. minha cunhada me deu um beijo na boca seguido de outro tapa e se levantou da cama. fiquei olhando o que iria fazer e sem pensar, ela pegou três plug´s de diferentes tamanhos e sentou no meio das minhas pernas. a outra menina, sentou na minha frente e começou a me beijar e a cada dois ou três beijos, dava tapas fortes na minha cara. ela batia bastante, eu estava me sentindo uma vagabunda e ela me batia e me batia. a dor estava se misturando com um tesão que estava nítido e isso fazia com que elas tivessem mais vontade ainda de fazer aquilo. minha cinhada enfiou no meu cu o menor dos três plug´s e deixou alguns segundos, depois tirou e colocou novamente, deixando mais alguns segundos. na sequência colocou o de tamanho médio, o qual causou um dor considerável no meu cu e nesse momento então, reclamei. minha reclamação custou um tapa forte no rosto e tive que ficar calada. deitei na cama e sem saber o que fazer, simplesmente deixei que as safadas me fodessem, pois estava bêbada e amarrada. vale lembrar que na verdade isso tudo estava me deixando maluca de tesão e eu estava gostando. quando minha cunha enfiou o terceiro plug, eu quase chorei de dor e com esse ela teve cuidado. brincou um pouco e quando chegou a conclusão de que meu cu estava bem arregaçado, enfiou o plug todo, tudinho enfiado no meu cú. começou então a foder meu rabo com aquele plug e apenas pedia para mim empinar a bunda que não iria doer. sem alternativa, abedecia o que ela falava. gozei muito, muito mesmo e elas se divertiam demais com o meu corpo. depois de um certo tempo, começaram a sentir falta da gente e foi então que meu noivo resolveu nos procurar. quando ele chegou no quarto da sua irmã, abriu a porta e o que ele viu foi chocante. eu estava deitada na cama de bunda para cima com um enorme plug enfiado no rabo e as meninas quase nuas com outros plug´s na mão. a revolta foi grande demais e isso simplesmente acabou com o meu noivado. não tive como explicar, ele nunca me compreendeu e nos afastamos por esse motivo. depois disso, nos encontramos mais algumas, eu a a minha cunhadinha e até hoje somos grandes amigas. ela me mostrou algo que sempre tive vontade de conhecer e hoje sei o quanto é bom



publicado por relatossecretos às 14:45
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 12 de Novembro de 2009
minha esposa comeu minha ex-noiva

minha esposa comeu minha ex-noiva

oi! eu me chamo henrique, tenho 30 anos e um porte físico de dar inveja a qualquer garoto de 18. as mulheres falam que sou bonito. hoje eu sou casado com uma linda mulher de 20 anos: loira, olhos verdes, 1m 77cm de altura, 65 de cintura, 90 de busto e 98 de quadril. ela é modelo, faz muitos desfiles no rio e em todo brasil; seu nome é marcela.
eu e marcela sempre nos demos muito bem. desde que nos conhecemos até o nosso casamento foram 6 meses. foi amor a 1ª vista. nos damos bem em tudo, principalmente em nossas taras.

Este conto erotico aconteceu de verdade.pois se tratava de um sonho antigo
eu sempre quis transar com duas mulheres e ela sempre quis transar com uma mulher. de uma única vez resolveríamos nossas duas taras. o único problema: onde conseguir uma mulher que topasse. puta nos não queríamos, uma amiga poderia ficar ofendida. ficamos neste dilema por algum tempo. toda foda que dávamos fantasiávamos com uma mulher entre nos dois.
um certo dia fomos almoçar em um restaurante em laranjeiras o mama rosa. assim que chegamos percebi que em uma mesa tinha uma linda morena de 1m65 e um lindo par de seios: era minha ex-noiva bianca. estava só, esperando ainda seu pedido.
falei com minha esposa que talvez pudesse ser a nossa oportunidade de realizar nossas fantasias. a principio hesitou um pouco, afinal ela fora minha noiva. mais por fim aceitou. fui até a sua mesa a cumprimentei e perguntei se não queria juntar-se a nós. na mesma hora ela aceitou. a bianca parece que ainda é apaixonada por mim, seus gestos carinhosos e seu modo de ser comigo me faz levar a crer.
nos acomodamos em nossa mesa e iniciamos uma gostosa conversa. em poucos minutos já estávamos falando de sexo. bianca reclamava que tinha mais de 4 meses que não dava umazinha, que quando pegasse o primeiro iria acabar com ele.
na mesma hora marcela completa sua frase – então é melhor que sejam dois para melhor te satisfazer. afinal quatro mãos e duas bocas devem ser bem melhor!
neste momentos todos se entreolharam. me levantei com o pretexto de ir ao banheiro e deixar as duas a sois. quando voltei elas queriam fechar a conta. eu, me fazendo de inocente, perguntei o porque da pressa. a resposta foi imediata: queremos ir para um lugar mais discreto, de preferência um motel. na mesma hora chamei o garçom e partimos.
já na rua as duas se olharam e uma disse: quero ver se você vai topar tudo mesmo. se aproximou da outra e se beijaram no meio da rua. não era muito tarde e tinha pessoas na rua. mas o tesão era tanto que nem víamos quem estava em nossa volta. ficaram se beijando por uns 3 minutos. chamamos um táxi e partimos para um motel no centro da cidade, em uma das ruas transversais a gomes freire. tivemos um certo problema, pois não queriam deixar os três entrarem em um único quarto. tive que chamar o gerente, que liberou, mas tive que pagar mais 50%. contudo nem me importei (na hora) no momento só vinha em minha cabeça sexo.
nos direcionamos ao elevador e as duas voltaram a se beijar. quando vimos o elevador se abriu e saiu um casal que flagrou as duas se beijando, mas ela não pararam marcela jogou a bianca dentro de elevador sem tirar sua língua de dentro de sua boca. e lá mesmo ela baixou o top da bianca expondo seus grandes e duros seios já com os bicos rígidos e os abocanhou. sem ser egoísta ofereceu um para mim. fomos chupando aquele maravilhoso par de seios até chegar o nosso andar. elas viram que havia câmera no elevador, porém não ligavam. são do tipo exibicionistas.
no quarto, sem falar nada, tiramos nossas roupas e fomos para o banheiro tomar uma ducha. lá as duas se ajoelharam e resolveram me dar um trato. as duas brigavam pela disputa de meu pau. as duas bocas se tocavam e as vezes paravam de chupar para se beijarem.
fizemos uma espécie de corrente debaixo da ducha. eu chupava a bianca que chupava a macela que me chupava.
minha ex-noiva era uma puta em matéria de sexo. fazia de tudo, inclusive dava o rabão, que debaixo do chuveiro mesmo resolvi relembrar. meti muito naquele cú, enquanto marcela ficava de pernas aberta para que bianca a chupasse fito uma doida. marcela urrava de prazer pegava a bianca pelos cabelos e forçava contra sua xota.
bianca tomava no cú, chupava a xota da marcela e ainda, com sua própria mão esfregava seu grelinho. mesmo assim foi marcela quem gozou primeiro gritando feito uma cadela no cio. bianca vendo aquilo e bebendo todo gozo da marcela gozou logo em seguida, rebolando feito uma doida sobre minha pica. com toda essa cena estava para explodir, botei as duas de rostinhos coladinhos e gozei na cara das duas. brigaram por cada gota. uma lambeu a cara da outra para não perder uma gota se quer daquela porra, que pela vontade que estavam parecia que estava muito gostosa.
saímos do banheiro e fomos para cama botei as duas, uma em cima da outra, deixando as bocetas paralelas. marcela ficou por cima de bicanca encostando seus biquinhos rosados do peito encostando nas costa da bianca.
comecei comendo a boceta de cima que era da marcela, tirava e colocava no boceta de baixo. fiquei nisso por uns 10 minutos. as duas ficavam trocando caricias. gozei mais uma vez e outra vez foi aquela disputa por minha porra. parei para descansar. tinha um pequeno divã onde me sentei e fique vendo aquela cena: as duas fazendo um lindo 69. se chupavam e se fodiam com os dedos. desta vez foi bianca que gozou primeiro. gritava muito pedindo para marcela não parar. deu-lhe um show de língua que a bianca gozou duas vezes seguidas. vendo bianca gozar marcela foi alguns minutos atras. vendo o quadro que estava fiquei novamente excitado, botei minha ex-noivinha na posição frango assado e fudi muito a sua boceta. marcela se agachou na cara da bianca oferecendo sua linda bocetinha. e a chupada deve ter sido maravilhosa, pois em 10 minutos marcela estava gozando de novo. tirei meu pau da boceta da bianca e as duas iniciaram novamente um 69, sendo que a bianca ficou com o rabão para cima. vendo aquilo não resisti e comi de novo aquele cú. desta vez não dei porra para elas enchi o cú da bianca com a porra. marcela que estava ali em baixo chupando a boceta da bianca vendo aquele líquido viscoso descendo lambeu tudo e foi conferir se em seu cozinho havia mais. foi só ela encostar a língua que a bianca se estremeceu toda num gozo que quase a fez desfalecer. não conseguimos nem nos levantar para tomar um banho naquele momento. dormimos por aproximadamente 4 horas. levantamos fomos tomar banho, rolou mais umas brincadeirinhas. foi o máximo.
foi a melhor foda de minha vida até aquele momento. aconteceram outras, mas só mais duas com a bianca, porém várias outras com as colegas de profissão de minha esposa que numa próxima irei relatar.
aquela mulher que quiser um possível relacionamento com este casal é só nos escrever: iniciantes@aol.com (obs. não tem br) de preferência nos envie uma foto (casais ainda estamos estudando, mas escreva. dependendo da foto quem sabe...). responderemos a todos os e-mails.



publicado por relatossecretos às 11:35
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Quarta-feira, 4 de Novembro de 2009
peguei minha cunhada tirando fotografia

olá ,meu nome é lucas e eu vou mostrar a voces mais um conto erotico gostoso .. aproveitem
sou casado há mais de 6 anos ,sou moreno 1,87 mts sarado e 36 anos,minha esposa tbm morena 1,65 e muito gostosa,ela tem uma irmã que realmente é uma verdadeira delicia(cintia)1,67,olhos verdes, 26 anos ,cabelos longos e ondulados,seios fartos e uma bunda fenomenal.
ha 2 anos ela se casou,não teve filhos e por motivos que não sabemos porque acabou se separando,se já tinha o maior tesão nela ,depois disso fiquei ainda mais tarado,apesar de sempre a ter respeitado, então não é que ela acabou vindo morar conosco já que meus sogros já haviam falecido e tambem p/ não ficar sozinha.
um dia cheguei mais cedo em casa ,minha mulher trabalha a tarde e só chega em casa a noite,e encontro minha deliciosa cunhada só de biquini fazendo poses sensuais p/ uma maquina fotografica que havia preparado,
fiquei louco com aquela visão,ela é muito gostosa e já estava na seca a tempos.ao me ver se assustou e tentou se cobrir entãpo perguntei o que estava fazendo e que não se preocupasse,ela se sentou e me contou que queria mandar umas fotos para um chat de relacionamentoe que queria mandar alguma s fotos mais sensuais possiveis p/ ver se arranjava alguem interessado nela.
disse a ela que só póderia estar brincando e que ela muito bonita e charmosaalem de outros atributos,ela se avermelhou ,mas ,senti que ela gostou,então me ofereci p/ tirar as tais fotos ,ela vacilou mas, aceitou garanti que seria o mais profissional possivel(se é que tinha jeito de ser profissional com uma delicia daquela a poucos metros ,perguntou sobre minha esposa e a tranquilizei dizendo que ela só chegaria depois das nove da noite.
começamos tirando fotos mais comportadas e devagar ela foi se soltando,tirou a blusa , depois a saia , ficando de novo só com aquele bikininho,quase pirei e pus tudo a perder,mas me mantive firme ,só ver inde aquilo tudo ia dar,sugeri então a ela que abaixa-se um pouco a parte de cima e ela concordou,meu pau quase saiu pela bermuda que já havia colocado antes e ela percebeu meu estado e começoau a querer a me atiçar ainda mais, em certo momento ela se virou e me disse:
- tô com muito calor vou tirar o resto deste bikini e fazer fotos bem sensuais .
respondi:
- fique a vontade,com certeza assim pretendentes não irão faltar!
- ò , mas se comporte hein,vc é meu cuhando, marido da minha irmã-disse ela
- vou tentar -respondi!
disse isso e logo tirou as peças que faltavam,meu pau subiu até o meu umbigo,ela arregalou os olhos e disse:
- meu deus o que é isso,como irmã aguenta?
- e que sou carinhoso!
- ah bom - disse ela - vamos continuar as fotos !
sem desviar os olhos de toda aquela cavala ,tesuda e ela sem tirar os olhos do meu pau,continuou a fazer poses mais ousadas ,parecia um sonho , minha cunha da tão gostosa se pferecendo para as lentes da minha maquina,que bucetinha que bunda ,que tetas mais gostosas pareciam duas peras prontas p/ serem devoradas,não estava conseguindo mais me controlar e ela me atiçando .
foi então que tive a ideia de faxer poses como se ela estivesse fazendo sexo de verdade (mas só que na verdade seria só encenação)ela fez uma cara de safada e aceitou desde que fosse do jeito que ela quisesse,claro concordei na hora ,tirei minha bermuda e minha camiseta ficando apena s de cueca,ela então disse:
eu tirei tudo vc tanben tem que tirar,eu perguntei se tinha certeza e ela disse que sim,não me fiz de rogado e ffui logo tirando a cueca ,ela chegou a lamber a propria boca como se estivesse querendo saborear oa minha pica ,já que ela não trepava ha tempos,fiquei na minha esperando as ordens dela.ela me pediu que deitasse na cama de barriga p/ cima para simularmos um 69.,quase fui a loucura aquela bunda fenomenal na minha cara e a bucetinha entaõ só um filete de pelos ,pensei,não vou resistir,quando avisou:
-olha não se esqueça é só de mentirinha !
- ok! como quiser!
_ ela então chegou a boca bem perto do meu pau sem ainda segura-lo como se fosse fazer i=uma chupeta,e eu ali quase gozando sem sequer ela me tocar>
assim não dá -disse ela vou ter que segurar ,seu pau está muito duro e não consigo direcionar p/ minha boca e foi pegando e mirando para sua boca sem no entanto colocar-lo e eu com a cara na naquela bucetinha me atrevi a encostar a boca nela, ela deu um pulo e perguntou oque eu estava fazendo que aquilo não era o combinado,disse a ela que não tinha resistido porque ela era mutio gostosa e que tinha a xereca mais bonita que já tinha visto,
ela fez carinha de safada ,e disse:
- vc nunca experimentou ,como pode saber?
- seu eu tovesse a chance de ter vc ,nunca mais vc iria querer saber de chat de relacionamento,
- duvido _- disse ela
- não resisti mais e cai de boca naquela frutinha gostosa e ela não ofereceu mais resistencia se entregando e me chamando de gostoso>
- me chupa seu gostoso ,mete a lingua na munha buceta que eu não aguento mais de vontade.
e ela agarrou meu pau e chupou como profissional ,que boca que chupada,foi quando ela saiu de cima e pediu :
-vem me comer de quatro, que eu adoro ,vem seu pauzudo gostoso!
- sua safada eu sabia que vc estava louca por uma pica ,toma meu pau sua safada, vagabunda ,toma pau di seu cunhadinho,toma.
- mete seu puto ,mete a pica que da minha irmã em mim tbm ,que delicia ,que tesão,
_- rebola no meu pau gostosa que bucetinha mais apertada vc tem ,que delicia!@!!! ahhh!
- deixa eu sentar nesse caceteão,nunca tive um pau tão grande dentro de mim,o do meu marido era a metade do seu , vai mete mais .mais , gostoso, assim eu vou gozaer rapidinho , que delicia .
tesuda , cavala goza no meu pau goza ,tesão ,

que eu tambem vou encher sua buceta com a minha porra!! ahhh!!! delicia !!!
- vou gozar, vou gozar desgraçado,que pau gostoso, tô gozando,tô gozando ,aaaiiiiii!!! que delicia !!!
me agora com a sua porra safado,aahhh!!
então gozei como nunca tinha gozado ,que tesão ,que visão ,aquela cavala ali esparramada , toda gozada e satisfeita por mim,
corremos então para nos arrumar pois minha esposa estava p/ chegar,nos beijamos e nos prometemos muitas outras sessões de fotos!!!!!



publicado por relatossecretos às 17:30
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim
.Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
16
17

18
19
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Eu, Marcelo e meu corninh...

. Inquilina pagando aluguel...

. Minha mulher para o vizin...

. Estuprada pelo padastro

. Realidade virtual

. Sexo no estudio de tatuag...

. Eu e minha mulher satisfe...

. Transei com um casal...re...

. Violado por 2

. Meus alunos são um tesão-...

.arquivos

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

.tags

. todas as tags

.links
.pesquisar
 
blogs SAPO
.subscrever feeds