Terça-feira, 19 de Janeiro de 2010
Procura-se doméstica

oi meu nome é nicole, tenho 26 anos, sou casada. mas a muito tempo tenho desejo por mulheres. no passado tive duas experiências que muito me marcaram e que até hoje me deixa louca.
bem como já disse sou casada, meu marido é do tipo que não aceita relacionamento gays, mas meus desejos não são conhecido por ele. eu moro em uma cidade pequena do interior da bahia, cidade pequena você já sabe, tudo é motivo de fofoca então impossivél realizar meus desejos ocultos sem que seja só pela masturbação. mas eu já estava cansada disso precisava de algo real. mas como? então veio uma ídeia que acho que foi a melhor que já tive.há um certo tempo atrás uma senhora me procurou para que eu pudesse dar um trabalho para sua filha, que meu deus que filha. naquela oportunidade eu não pude contratá-la, mas confesso a menina tinha dispertado em mim um desejo incontrolável, sempre que me masturbava eu fantasiava ela.
então resolvi procurar aquela senhora, que me recebeu com muita alegria disse que levaria sua filha e que todos os sábados ela estaria de folga. maressa era loira, de olhos verdes que mais pareciam duas esmeraldas, tinhas seios fartos e empinadinhos, seu corpo era escultural, típico de uma ninfetinha de 18 anos.
quando chegamos em casa levei até o seu quarto e fui logo explicando o serviço, mas logo fui dizendo que haveria um trabalhinho extra sempre que eu necessita-se, ela me respondeu que tudo bem.
meu marido trabalha a tarde e também a noite, só está em casa pela manhã o que para mim seria muito bom, pois eu necessitava de um carinho feminino. numa dessas noites enquanto maressa lavava a louça do jantar me aproximei dela por tras envolvi-a em meus braços de forma que eu tocava seus seios percebi que ela não reagiu parecia querer , então beijei seu pescoço enquanto minhas mãos acariciavam seu corpo, ela gemia. virei e beijei-a sendo correspondida, minhas mãos já haviam se libertado de forma que buscavam cada centimetro de seu corpo, lembro-me quando toquei sua bucetinha senti que ela estava molhadinha, levei-a para o quarto sem perder o encanto do momento, deitei-a na cama e comecei a explorar seu corpo, ela não se mostrava encabulada, muito pelo contrário havia superado a minha expectativa, pois ela correspondia a cada toque, a cada lambida a cada carícia.foi neste momento que ela tomou a rédea da situação, deitou-me abriu minhas pernas e com muito carinho tocou-me , senti sua língua roçar minha buceta, neste momento gemi , quanto mais ela ouvia meus gemidos mais ela enfiava sua língua, não aguentei logo gozei e ali estava ela sugando, em meio a tanto extase senti que ela subia em direção aos meus seios, chupou-os e num movimento rápido virou-se de modo que eu pudesse chupa-la passamos o resto da noite nos descobrindo, nos realizando e nos tocando, já passava das quatro horas quando ela se despediu com um beijo e voltou para o seu quarto.muitos foram nossos encontros, muitas foram as nosas loucuras, muito foi o nosso tesão. ainda hoje nos encontramos furtivamente claro que a cada dia é melhor que o outro. ganhei uma empregada, amiga e amante.
logo voltarei para contar mais.
bjos molhadinhos

Fonte: Contos eroticos



publicado por relatossecretos às 15:45
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim
.Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
16
17

18
19
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Eu, Marcelo e meu corninh...

. Inquilina pagando aluguel...

. Minha mulher para o vizin...

. Estuprada pelo padastro

. Realidade virtual

. Sexo no estudio de tatuag...

. Eu e minha mulher satisfe...

. Transei com um casal...re...

. Violado por 2

. Meus alunos são um tesão-...

.arquivos

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

.tags

. todas as tags

.links
.pesquisar
 
blogs SAPO
.subscrever feeds