Terça-feira, 9 de Março de 2010
Minha esposa dando para outro na boate

Minha esposa dando para outro na boate.
numa sexta-feira fomos à boate marrakesh, aqui em são paulo, que é famosa pelas orgias que rolam por lá, estava a fim de exibir minha esposa então pedi para ela ir com o mínimo de roupa possível, que usasse no máximo duas peças de roupa, praticamente seminua, ela se preparou durante o dia todo foi ao cabeleireiro, fez as unhas e ficou uma gata, à noite como eu pedi, ela jogou sobre o corpo apenas um vestido vermelho bem justo e curto que em qualquer movimento mostrava sua gostosa bunda e com um decote generoso que mais exibia que escondia seus deliciosos seios, usava uma sandália alta e muito sensual amarrada nas pernas seu visual era de uma linda garota de programa. chegamos por volta da meia noite e já havia muitos casais por lá e muitas gatas tiveram a mesma idéia e estavam deliciosamente provocantes com pouquíssima roupa.logo que chegamos minha esposa chamou a atenção, pois quando ela cruzava as pernas seu vestido subia até a altura de suas coxas deixando parte de buceta amostra, já que não usava calcinha, e como sentamos num sofá bem de frente da pista era uma ótima visão para quem dançava, dos casais dançando havia um rapaz que não tirava os olhos dela e logo veio chama-la para dançar, não me opus e ela aceitou a musica era lenta e eles estavam agarradinhos dançando e a mão dele já explorava o corpo dela, as mãos dela também alisavam o corpo dele que vendo ela corresponder foi ousando mais e suas mãos passando por baixo do vestido mostrando parte de sua bunda para quem quisesse apreciar, ele falou algo no ouvido dela e deu-lhe um rápido beijo na boca seguido de um demorado beijo de língua, minha rola estava estourando, pois não fazia nem meia hora que havíamos chegado e minha esposa já estava se amassando com aquele rapaz na pista de dança, por mais que procurasse não sabia onde estava a gata dele, mas tudo bem valia pelo prazer dela e também. pelo meu tesão naquela hora. eles continuaram dançando com amassos mais ousados com as mãos dele enfiadas por baixo do minúsculo vestido dela apertando sua bunda.depois de dançarem umas duas ou três musicas vieram até a mesa e ela nos apresentou, seu nome era andré deveria ter uns 26 anos e era muito boa pinta, por isso minha esposa se interessou por ele, perguntei de sua gata e ele nos disse que tinha vindo com uma prima e que ela estava solta por ai, falei que tudo bem e convidei-o para sentar-se conosco sentamos no sofá e minha esposa sentou-se entre nós e começamos a conversar e a beber quando minha esposa cruzou as pernas mostrando parte de sua buceta, nosso amigo muito atento pergunta se ela sempre sai sem calcinha e ela responde que só quando está com a fim de se exibir um pouco, então ele pergunta se ela não queria se mostrar inteira para nós e ela diz que teria muito prazer nisto, então nos levantamos e fomos os três para uma das saletas reservadas que ficam ao fundo da boate, o local era espaçoso e com sofás, eu e andré nos sentamos e minha esposa em pé começava um strip para nós, mas como só tinha uma peça acabou sendo muito rápido e logo ela estava nuazinha, apenas de sandália, se exibindo para nós, ela é loira, cabelos médios, tem olhos mel, seus seios são méidos, duros e firmes, sua buceta é pequena e rosada com poucos pelinhos dourados, tem pernas bonitas e pés tamanho 36, nosso amigo com olhos arregalados já mexia na rola por cima da calça, como ele era o convidado deixou tomar iniciativa de levantar-se e ir até ela e mamar sem seus peitos enquanto suas mãos percorriam o corpo dela agora totalmente nu, ela sem perder tempo tirou a camisa dele e soltou o cinto, depois ela abaixou a calça e a cueca revelando uma bela rola bem dura de uns 20 cms a qual ela tratou de abocanhar com vontade chupando e lambendo da cabeça ao saco enquanto ele se deliciava com o boquete, depois ele livrou-se do resto das roupas e ficou nu também, então disse a ela que queria vê-la sem nada sobre o corpo, então após tirar a sandália, colar, pulseira, relógio enfim ficar completamente nua eles se abraçaram e se beijaram de língua enquanto malhavam e esfregavam seus corpos nus, passava várias vezes sua rola na buceta dela, quase a penetrando, mas como ela era mais baixa a posição não permitia, ele então a sentou no sofá, abriu suas pernas e começou a chupa-la com vontade a deixando toda molhada e arrancando gemidos , depois ele colocou as sandálias nos pés dela e a levantou voltando a se beijarem de pé, e agora mais alta pelas sandálias ele não teve maiores dificuldades em penetra-la nesta posição e aos poucos seus 20 cms de rola foram entrando na buceta de minha esposa, que já estava em êxtase, eu a esta altura já me masturbava com muito tesão e não sabia se deixava aquela transar acontecer ou se interrompia por ele estar sem camisinha, não sei se pelo visual do rapaz que aparentava ser muito bem cuidado ou pelo tesão de todos naquela hora, o fato é que continuei minha punheta ainda com mais vontade enquanto via aquele garanhão comer a minha esposa ali a meio metro de mim, depois de come-la de frente beijando-a na boca ele a virou de costas com as mãos apoiadas na parede e a comeu por trás enquanto massageava seus seios, ainda de costas apoiou a perna dela no sofá deixando-a bem aberta e voltou a enfiar sua rola e não satisfeito a colocou de quatro apoiada no sofá e socou sua rola de novo sem dó na sua buceta , ela gemia muito, ai ele colocou a rola novamente na boca dela fazendo-a mamar mais ainda, eu a esta altura já havia gozado no chão da sala, mas minha rola continuava dura e pulsando com a cena, então peguei nossas roupas espalhadas e forrei o chão da sala e depois pedi a minha esposa que deitasse de costas sobre elas, o que ela prontamente atendeu e com as pernas abertas chamava o rapaz para um gostoso papai-mamãe, ele veio por cima dela e a penetrou de uma vez, ela cruzando as pernas sobre as costas dele o apertava contra seu corpo gemendo com as rápidas estocadas dele sem sua buceta, depois de foderem alguns minutos nesta posição ele sentou-se no sofá e a colocou para cavalga-lo, podia observar aquela enorme vara entrar e sair freneticamente da buceta de minha esposa que pedia e implorava para ele não gozar dentro dela, ele por sua vez a chamava de vadia e de puta e dizia que iria come-la até jorrar sua porra dentro dela, e isto os deixava mais tesudos ainda, era impressionante a atração entre eles, pois já estávamos ali há uns quarenta minutos e eles ainda com o mesmo fogo de quando chegamos, depois de fode-la mais uns dez minutos nesta posição ele deu os primeiros sinais de que iria gozar, minha esposa tira a rola dele de sua buceta, mas ainda sente jorrar o primeiro jato dentro dela, rapidamente ela abocanha a rola e ele acaba gozando todo o resto de sua porra no seu rosto e seios. cansados na tremenda metida eles caem no sofá para descansar, vendo que ela estava meio pensativa com a loucura que fizeram andré a tranqüiliza dizendo ser estudante de medicina e que sua saúde está perfeita, o que como já disse era perfeitamente visível, pois o rapaz tinha um invejável porte atlético, ele se vestiu pedindo licença e saiu, ainda ficamos um pouco a tempo dela ainda me fazer um delicioso boquete e acabar gozando em sua boca também e misturando minha porra a dele, pedi para ver a buceta de minha esposa que estava melada com a porra dele além de vermelha e bem fodida.
nós recompusemos e voltamos a mesa a ponto de ainda encontrar o andré com sua linda prima, uma ninfeta morena de uns vinte anos, trocarmos nossos telefones combinando uma próxima, e desta vez será a quatro.

Fonte: Contos eroticos

 



publicado por relatossecretos às 20:08
link do post | comentar | favorito
|

5 comentários:
De Anónimo a 28 de Novembro de 2011 às 05:32
Q maravilha, algumas aventuras sao interessantes e bem aproveitadas achei otimo conto .abraco.


De Anónimo a 7 de Fevereiro de 2013 às 07:00
Sou doido pra ver minha gostosa esposa dando pra outro. O conto foi excelente


De nilton a 7 de Fevereiro de 2013 às 07:02
Sou doido pra ver minha gostosa esposa dando pra outro. O conto foi excelente


De nego felix a 21 de Maio de 2013 às 04:03
Eu fiquei com vontade d comer a mulher do nilton.23 anos.85443825


De Leo a 24 de Agosto de 2015 às 17:54
sou de presidente prudente interior de sao paulo tenho 23 anos moreno claro olhos e cabelos castanhos corpo atletico adoraria ter a oportunidade de ter uma experiencia com um casal liberal assim mais claro no absoluto sigilo meu watts 04499844295


Comentar post

.mais sobre mim
.Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
16
17

18
19
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Eu, Marcelo e meu corninh...

. Inquilina pagando aluguel...

. Minha mulher para o vizin...

. Estuprada pelo padastro

. Realidade virtual

. Sexo no estudio de tatuag...

. Eu e minha mulher satisfe...

. Transei com um casal...re...

. Violado por 2

. Meus alunos são um tesão-...

.arquivos

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

.tags

. todas as tags

.links
.pesquisar
 
blogs SAPO
.subscrever feeds