Quinta-feira, 4 de Março de 2010
Zeus...meu amante canino

olá pessoal...prefiro ficar registrado aqui apenas como apolo, mas vamos ao que interessa... durante minhas ferias eu costumo viajar pra minha cidade natal, foi em uma dessas estadias, que eu faço na casa de um primo, que houve a minha chance de ter relações com um cão. zeus, o cachorro de estimação de meu primo, um legítimo pit bull de cor caramelada, com 2 anos de idade e um porte de 54 kg(acreditem). foi esse cão que proporciono a minha iniciação na zoofilia... bem a historia começa durante o 3º dia de minhas ferias. após xegar da musculação(pois sempre q viajo malho com o meu primo na mesma academia que ele), fui direito ao banho desejando aquela frescura que so um bom banho dá; demorei uns 20 min, o suficiente pra um belo banho e fui na varanda da casa colocar minha toalha para secar, então lá estava ele brincando com um pneu todo alegre, zeus com aquele corpo definido, e logo que me viu começou a me contornar e pulando em mim pra com certeza brincar com ele; dei uma bronca nele, porque tinha acabado de sair do banho. entrei então na casa deixando-o lá desolado olhando para mim da porta da varanda. quando vi aquela cena que só os cachorros sabem fazer, tive pena e decidi voltar pra dar um poco mais de atenção. mas o que começou como carinho me fez ficar espantado, porque eu logo percebi aquele nó ainda dentro da capa se dilatando(um claro sinal do cachorro quando começa a ficar excitado)e o calor do corpo de zeus aumentar...aquele olhar que ele me dava como se estivesse pedindo um favor me fez começar a sentir meu pênis enrigecer sem quaisquer motivos; de 1º momento fiquei assustado que alguem visse aquela cena e me afastei, trancando a porta e deixando zeus com aquela pau ainda encoberto do outro lado do vidro. foi então que eu lembrei que eu estava só na casa, pois meus tios trabalham e só voltavam pra casa no horário do almoço e no fim do expediente; já meu primo que malhava no mesmo momento que eu, disse que após a musculação ia dar um pulo na casa da namorada...foi então que aquele calor de excitação e curiosidade começou a me corroer até o ponto de eu não aguentar mais e retornar para onde zeus me aguardava. no mesmo momento em que abri a porta zeus começou a ficar histérico,correndo feito louco mesmo; então num tentativa pra acalmá-lo puxei o seu brinquedo favorito que estava ca´do perto de mim, um ursinho de alta resistência especial para dogs. ele veio desabalado ao encontro do brinquedo, então eu finalmente consegui chegar perto o bastante para agarrá-lo e para iniciar um carinho gostoso nas suas ancas. aproveitei esse momento em que ele ficou mais calmo(parecendo advinhar o que estava acontecendo e passando a se comportar como um garanhão experiente)e focalizei aquela bola ainda enconberta. a sensação no momento foi indiscritível; fiquei louco pra agarrar aquela coisa que crescia ainda que meio escondida(que apesar de escondida já assustava), então num misto de excitação e loucura agarrei aquele mastro, iniciando uma massagem gostosa que fez zeus ficar imóvel(nem ao menos balançava o rabo), fazendo o seu volume crescer para fora da capa e endurecer. fiquei extasiado com aquilo e tentei partir para algo mais extremo:"quero provar isso tudo"-pensei. e abaixando-se devagar ficando de cócoras no chão(na mesma altura de zeus)me debruço ao ponto de colocar meus lábios perto daquele músculo vermelho que saia da capa, começando então uma chupada frenética e gulosa, fazendo aquele pau crescer e sair aos poucos e engolindo tudo em seguida. sentia aqueles jarros de porra salgada na minha garganta, que me deixava ainda mais louco. chupava como uma verdadeira puta que satisfaz seu cliente. meio sem reparar durante essa chupada zeus tentava sair e eu agarrando aquele pau com tamanha voracidade ao ponto de fazê-lo ganir de dor; tive um baita susto e o soltei, limpando os cantos da boca que escorria aquele leite estranhamente delicioso. achei que ele ia correr de mim, mas enganei-me; como se o dog tivesse dito um basta no boquete, ele veio ao encontro decidido, tentando agarrar qualquer parte do meu corpo(eu ainda estava agachado), foi aí que me desperto aquela vontade de sentir aquele pau roxo cheio de veias pulsando dentro de mim. então me esquivei do meu amante e corri de volta a seguranca da casa, trancando a porta e deixando zeus chorando inconformado. corri até o banheiro tirei toda minha roupa e me arreganhei na pia com uma perna fazendo apoio no chão e a otra em cima da pia...comecei então a lubrificar meu anel com aquela mistura de saliva e porra de cachorro e enfiando 1 dedo no meu cuzinho, dilatando-o devagar e o massageando por dentro. meu deus nunca tinha visto meu cu daquele jeito, tava em brasa, doido pra ser atolado. quando percebi que qualquer coisa com mais de 17 cm podia penetrá-lo com facilidade, sai totalmente nu ao encontro de zeus que ainda estava estático do outro lado do vidro inconformado. quando toquei no trinco da porta vi ele se levantar e começar a mexer o rabo freneticamente; ao abrir a porta tive pouco o que fazer, passei rápido pela entrada totalmente nu com aquele cachorro louco pulando e me arranhando toda as costas. consegui abraçá-lo contra o meu corpo com muito esforço, fazendo-o ficar entre minhas pernas. como gesto automático zeus começa a pôr em ação aquela prazerosa língua canina; fui rapidamente ao céu com aquele toque bruto no meu membro, um arranhar gostoso de uma língua áspera e forte. fiquei em chamas, ia dar pra aquele cão de qualquer jeito, eu estava submisso a ele... tentei me livrar um pouco suas dolorosas unhas que ainda castigavam todo o meu corpo, mas a vontade de dar era maior do que toda a dor, ao tentar me pôr num posição boa pra penetração, mas poco adiantava, zeus estava alucinado, doido pra meter aquele piroca em qualquer buraco sem nenhuma pena...e foi realmente isso que aconteceu. ao conseguir ficar literalmente de 4, zeus consegue agarrar minha virilha com uma força descomunal e passa a tentar meter aquele pau(que estava fino porém duro, perfeito para iniciar uma penetração rápida) em qualquer buraco perto o bastante. por mais que ele tentasse acho que ele não conseguiria sem o meu auxílio; então comecei a tentar me posicionar numa posição que aproximasse meu anel, que piscava louco, daquela vara assassina(realmente mortífera) usando toda minha força, pois com o peso do cão em suas costas e tentando te bombar não é algo muito fácil... tive então a idéia de conduzir aquela vara incansável até a entrada tão desejada por aquele garanhão...me apoiei com um dos braços(me abaixando para suportar melhor todo aquele peso e empinando mais a bunda, sentin do aquele pau bater descontrolado na minha coxa)e com o outro tatiei à procura daquele saboroso mastro, conseguindo-o guiar até o meu cu em brasas. parece que zeus entendeu o recado e começou estocadas fortes tentando penetrar...na 3 tentativa foi certeira, senti a sensação de um pau afiado, absurdamente duro, tocar na parede do meu intestino com tamanha força que eu pensei em desistir de verdade de toda aquela loucura...porém mesmo se eu tentasse me livrar zeus não me deixaria fugir tao fácil, pois ao perceber que tentava me livrar do seu abraço na virilha ele puxou meu corpo junto ao dele, fazendo aquele pau frenético me percorrer cm por cm dentro de mim. a dor foi substituída por um prazer incontrolável, que me fez empinar e rebolar feito uma verdadeira puta envolvida por aquele deus canino... achei que aquelas estocadas iriam cessar logo depois da penetração, mas errei novamente...a rapidez que ele bombava e pulsação daquele membro que eu sentia cm por cm dentro do meu rabo, aumentava cada vez mais, me deixando louco e totalmente entregue aquela bomba em forma de pau... retornei a vida ao perceber que algo assustador tentava me fuder também, algo tão grosso e rígido que fazia meu anel latejar de dor, era o famoso nó que até aquele momento eu não fazia idéia da sua existência... me assustei colocando a mão entre aquela coisa(com certeza achando que eu jamais aguentaria aquilo tudo em mim)e o meu rabinho totalmente preenchido por algo que inchava sem parar... para o meu alívio zeus parece desistir de tentar meter aquela coisa em mim e começa a diminuir o ritmo, respirando pesado(exausto por aquela metidão desenfreada)...sinto então aquela explosão de uma rolha altamente apertada em sua linda garrafa, e sobe aquela dor insuportável partindo do meu cuzinho...tive que morder o braço pra não gritar...olhei pra trás afim de ver alguma coisa e só vi aquele pau ainda gigantesco naquele cachorro estaticamente encurvado, mal conseguindo andar... levantei-me desejando apenas repousar num bom banho com uma verdadeira corredeira que nascia do meu anel e descia por minhas pernas...passei por ele que continuava me olhando mas sem esboçar nenhuma reação de me impedir(ele sequer se mexia), tranquei a porta da varanda e atravessei vagarosamente até o banheiro para tentar me recompor... espero q tenham gostado...retornarei a postar outras aventuras(verdadeiras como essa) minhas nesse mundo atraente do sexo... e galeraa vota aí .

Fonte: Contos eroticos



publicado por relatossecretos às 14:02
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim
.Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
16
17

18
19
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Eu, Marcelo e meu corninh...

. Inquilina pagando aluguel...

. Minha mulher para o vizin...

. Estuprada pelo padastro

. Realidade virtual

. Sexo no estudio de tatuag...

. Eu e minha mulher satisfe...

. Transei com um casal...re...

. Violado por 2

. Meus alunos são um tesão-...

.arquivos

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

.tags

. todas as tags

.links
.pesquisar
 
blogs SAPO
.subscrever feeds